FRANCISCO QUEIROZ | ESBOÇO BIOGRÁFICO

José Francisco Ferreira Queiroz nasceu em Vila Nova de Gaia no ano de 1973. Em 1994, licenciou-se em História (variante de História da Arte), na Faculdade de Letras da Universidade do Porto. Na mesma faculdade, concluiu o Mestrado, em 1997, e o Doutoramento, em 2003, ambos em História da Arte. Entre 2009 e 2014 desenvolveu um programa de Pós-doutoramento financiado pela FCT, no CEPESE - Centro de Estudos da População, Economia e Sociedade / Universidade do Porto, onde passou a ser coordenador adjunto do grupo de investigação "Património, Cultura e Turismo". Entre 2000 e 2015 foi também docente da Escola Superior Artística do Porto, onde leccionou História da Arquitectura e Urbanismo, História do Urbanismo em Portugal, e alguns módulos sobre Reabilitação, no Mestrado Integrado em Arquitectura, tendo sido também Coordenador da Secção Autónoma de Teoria e História da referida instituição.

Desde 1994 que Francisco Queiroz tem carreado investigação em diversas áreas, a título individual (com fins académicos e não só) e no âmbito de projectos de investigação mais vastos. Tem também actuado como consultor, a pedido de instituições e empresas, ou no seguimento de concursos públicos. Paralelamente, tem guiado visitas especializadas e ministrado vários cursos livres de formação avançada, alguns dos quais pioneiros em Portugal. É ainda Perito de Escrita Manual desde 2001, no Centro de Estudos de Psicologia da Escrita, que fundou em 1997.

Na História da Arte, Francisco Queiroz sempre teve o Romantismo como cronologia preferencial de pesquisa, sendo talvez o maior especialista português sobre a arte tumular desse período e uma referência no estudo de outras formas de arte tipicamente românticas, como a azulejaria de fachada ou os ferros decorativos. Em termos temáticos, cruzando diversas cronologias, tem sobretudo pesquisado o Urbanismo, a Arquitectura (erudita e vernacular, urbana e rural) e as Artes Decorativas - nomeadamente as aplicadas a edifícios, como os estuques e a pintura mural, e ainda outras artes que se ligam à indústria ou à técnica, como a fundição de metais, as cantarias de ornato, a cerâmica de aplicação arquitectónica, ou a Fotografia. Francisco Queiroz tem também feito pesquisa sobre Genealogia, História da Família e História Local. Outro dos seus temas preferenciais de investigação é a Reabilitação de Centros Históricos numa perspectiva integrada, incluindo a questão dos critérios de intervenção no Património edificado, e o impacto do Turismo.


A actividade de investigação de Francisco Queiroz - individualmente, ou em colaboração - tem-se traduzido em numerosas publicações científicas, as quais podem ser consultadas a partir deste portal. Para tal, basta aceder ao ficheiro pdf do Curriculum Vitae e procurar a lista de publicações, que se encontra no final. Muitas destas publicações contêm já uma ligação para acesso ao seu conteúdo integral e prevê-se que venham a ser mais ainda num futuro próximo, visto que o referido ficheiro será actualizado algumas vezes por ano.